Perguntas e Dúvidas Frequentes

Perguntas e Dúvidas Frequentes

  • Por Francisco Araújo
    .
  • .

A equipe da Turistando Chile sabe a importância de se prevenir o máximo possível, ainda mais quando estamos realizando uma viagem dos sonhos. Por este motivo elaboramos essa pequena lista com perguntas e dúvidas frequentes dos turistas que pretendem viajar para o Chile.

TROCA DE GUARDA?

Nosso país é muito reconhecido por dar valor às suas tradições. Aqui no Chile, a mais importante e imponente tradição é, com certeza, a troca de guarda, ou cambio de la guardia. Para se ter uma noção, a cerimônia de troca de guarda no Chile ocorre com disciplina singular desde o ano de 1851... e a cada dois dias! Isso não é impressionante?

A duração do evento é de exatamente 40 minutos contados a partir do seu início, que ocorre às 09h50 da manhã durante a semana e às 10h50 quando o evento cai no final de semana, sempre pontualmente.

A troca de guarda Santiago é uma das principais atrações no Chile e consegue misturar, harmoniosamente, muita elegância e seriedade. Os oficiais que participam da apresentação são especiais e pertencem a um grupo denominado de Guardias del Palácio. Como o nome sugere, esse grupo é responsável pela segurança do palácio, além de desempenhar a segurança presidencial.

A festividade chilena parte da Plaza de la Ciudadania em direção ao Palácio de La Moneda, mais especificamente na Plaza de La Constitución, na parte norte do palácio. Uma dica da Turistando Chile é chegar com alguns minutos de antecedência e seguir o desfile até o Palácio de La Moneda. A título de curiosidade, o evento lembra muito o desfile de 07 de setembro brasileiro.

- Quando é a troca de guarda? Quanto é?

O evento é gratuito e está programado para ocorrer todos os dias pares dos meses de janeiro, abril, maio, agosto, novembro e dezembro. Nos outros meses a troca de guarda ocorrerá nos dias ímpares.

QUAL A VANTAGEM E DESVANTAGEM DE USAR O CARTÃO DE CRÉDITO?

Analisar todas as vantagens e desvantagens de utilizar o cartão de crédito no Chile é um processo complexo que precisaria de um capítulo especial. De um modo geral, é preciso se atentar às possíveis taxas de cartão de crédito que uma compra pode gerar, como é o caso do IOF, imposto do governo brasileiro.

Outro cenário que precisa ser analisado é a variação cambial. Vale lembrar que seus gastos – geralmente em dólar – não são convertidos pela cotação da moeda no dia da compra, mas sim, pela cotação referente ao dia do vencimento da fatura do cartão de crédito. Isso pode gerar surpresas desagradáveis.

- Vantagens:

Não há como discordar que o cartão de crédito é uma das melhores formas de pagamento no mundo todo. Aqui no Chile isso não é diferente, de modo que essa modalidade de pagamento é amplamente aceita nos estabelecimentos comerciais de Santiago, por exemplo.

Outra vantagem é o fato de não precisar movimentar dinheiro físico, o que traz mais segurança para o turista, seja aqui ou em qualquer lugar do mundo. Entretanto, lembramos que é sempre bom ter alguns pesos chilenos para suprir uma emergência e para utilizar o transporte público.

Bancos populares brasileiros também possuem agências no Chile, como é o caso do Banco do Brasil, Santander e Itaú. Além do mais, é possível realizar saques de dinheiro com cartão de crédito ou débito nos caixas eletrônicos da Redbanc (essa operação pode gerar custos).

- Desvantagens:

A principal vantagem, com certeza, são as taxas cobradas pelas instituições financeiras e a instabilidade cambial da moeda. Pra se ter uma idéia, para compras no exterior cobra-se uma taxa de 6,38% sobre o valor, referente ao IOF. Ainda, a conversão é realizada pela cotação do dólar do próprio banco.

Além do mais, como já comentado acima, a variação da cotação do dólar pode causar desconforto no fechamento da fatura do cartão de crédito. Por esse motivo, é preciso estudar com paciência cada situação. É importante frisar que o cartão de crédito precisa ser internacional e autorizado para transações no exterior.

QUAL A VOLTAGEM NO CHILE? E A TOMADA, PRECISA DE ADAPTADOR?

“Como é a tomada no Chile?”. Essa é uma dúvida frequente de quem viaja para cá, portanto, fique bem atento. O padrão de voltagem da tomada no Chile é 220V e as tomadas são de três pinos.

Entretanto, vale lembrar que, apesar de a entrada ser de 03 pinos, o formato não segue o desenho das tomadas de 03 pinos brasileiras. Já as tomadas de 02 pinos funcionam perfeitamente, de modo que um adaptador para tomada de 03 pinos pode ser utilizado sem problemas, desde que o aparelho suporte voltagem 220v.

ESTOU GRÁVIDA, POSSO FAZER OS PASSEIOS? 

Antes de programar qualquer viagem ou passeio, primeiro consulte a orientação de seu médico. Se estiver tudo bem com sua gestação, o Chile é um dos melhores destinos para viajar grávida, com direito a diversos passeios e diversão, sempre respeitando as restrições médicas.

Além do mais, cabe frisar que as companhias aéreas podem apresentar políticas diferentes para o embarque de gestantes, portanto, é muito importante consultar essa informação junto aos responsáveis. De qualquer forma, viajar e passear no Chile é sempre uma boa opção para todo mundo!

CHILE TURISMO

Não se esqueça de que a Turistando Chile é a sua companheira de viagens aqui no Chile e está sempre disposta a apresentar o melhor que nosso país tem a lhe oferecer. Conheça nossos pacotes e as atividades que se encaixam melhor no seu perfil!

NEWSLETTER

Inscreva-se e receba nossas novidades, promoções!