COVID 19

COVID 19

  • Por Francisco Araújo
    Jornalista
  • COVID 19

O cenário de pandemia provocado pelo novo Coronavírus poderia até ser roteiro de uma série científica, mas infelizmente a COVID-19 é uma realidade. Desde que surgiu, o novo vírus já sofreu uma série de mutações e continua a infectar os humanos de maneira rápida e assustadora.

A epidemia continental pegou o mundo de surpresa e mudou o estilo de vida de boa parte da população. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou situação de emergência, autoridades estabeleceram meios para conscientizar a população para intensificar as medidas de higiene, fixaram quarentenas, flexibilizaram leis trabalhistas e definiram diversas outras medidas na intenção de evitar um colapso do sistema de saúde mundial.

O Chile não está livre dessa situação catastrófica, mas as autoridades firmaram uma estratégia que, aparentemente, foi bem sucedida. As fronteiras foram fechadas e o povo chileno foi colocado em quarentena total aplicada a algumas comunas e com alterações semanalmente. Em comunas com quarentena, apenas quem possui autorização policial pode sair do isolamento social (com uso obrigatório de máscara), sob pena de multa e prisão para quem descumprir as orientações.

 

Como surgiu o coronavírus?

Até o momento dados indicam que o novo Coronavírus surgiu na China em dezembro/19, na cidade de Wuhan. Trata-se de um vírus desconhecido até então, mas que comprovadamente causa doenças pulmonares graves que podem levar os infectados a óbito. O novo coronavírus é uma mutação do SARS, doença respiratória que maltratou os chineses no início do milênio.

O governo chileno registrou o primeiro caso da doença no começo do mês de março/20 e a primeira vítima fatal do novo Coronavírus veio no final do mesmo mês. Por enquanto não existe antiviral ou vacina para a doença que o vírus causa, denominada de COVID-19.

A maneira mais eficaz de evitar o contágio da COVID-19 é lavar as mãos frequentemente e evitar aglomerações. Como já comentamos, por aqui o uso de máscaras é obrigatório e a circulação das pessoas é controlada em algumas regiões do país, principalmente no Centro da capital, Santiago. Mas com o fortalecimento do vírus as autoridades chilenas determinaram outras soluções inevitáveis para conter o avanço da doença.

O fechamento das fronteiras e dos serviços não essenciais, por exemplo, afetou a economia do país, com destaque para o turismo chileno. Como sabemos, nosso país possui uma forte ligação com o turismo e o comércio exterior e, como era de se esperar, as orientações das autoridades refletiram diretamente nesses segmentos.

Impacto do Coronavírus no turismo chileno

O turismo mundial - segmento do qual não faz parte apenas empresas relacionadas a viagens de férias, mas também feiras de negócios e festas tradicionais - tem sido o setor mais prejudicado com a pandemia do novo Coronovírus.

Confirmando as previsões, a quarentena deixa as cidades desertas, obriga hotéis a cancelar suas hospedagens, altera rotas de voos, impedem passageiros de desembarcarem de cruzeiros, etc. É sabido que o turismo interage com diversos segmentos, de pequeno, médio e grande portes, mas para que esse conglomerado gere economias, é preciso existir visitantes.

No Chile, milhares de pessoas possuem sua renda ligada ao turismo. Infelizmente, muitas dessas pessoas perderam sua principal fonte de renda sem aviso prévio. E não estamos falando somente de agentes de viagens ou funcionários de redes hoteleiras; essa relação conta com o guia turístico, com o artesão, a cozinheira que vende comidas típicas e diversos outros cidadãos que, de alguma maneira, dependem do turismo para sobreviver. Pra se ter uma idéia, 30% da força de trabalho chilena vem da economia informal.

Um dos pedidos que toda a comunidade ligada ao turismo faz é que os turistas não cancelem suas compras, viagens e planos. A maioria dos hotéis, companhias aéreas e agências de turismo permitem a remarcação do serviço para uma nova data, sem nenhum tipo de custo adicional. A melhor opção é esperar o surto passar – e sabemos que vai passar – pois as belezas do Chile continuarão te esperando! Vamos passar por isso juntos, mesmo distantes!

Quais medidas a Turistando Chile tomou?

Nós, da Turistando Chile, estamos fazendo tudo ao nosso alcance nesse período de incertezas causado pela epidemia da COVID-19. Promovemos campanhas motivacionais e elaboramos uma nova estruturação para garantir o emprego de uma parte de nosso quadro de funcionários. Veja algumas providências tomadas pela Turistando devido ao surto do Coronavírus no Chile:

- Como reconhecimento, oferecemos aos profissionais da saúde (enfermeiros, médicos e farmacêuticos) um tour gratuito em Santiago assim que essa crise passar. É uma forma de agradecer aos nossos heróis por toda a dedicação que prestaram à população durante o surto.

- Apesar de reduzirmos a equipe de funcionários, mantivemos uma parte dos colaboradores para continuar atendendo nossos clientes tanto no Brasil quanto aqui, no Chile. Estamos trabalhando em home office, para preservar a segurança de todos.

- Infelizmente, entregamos pontos de vendas em casas de câmbios e escritórios. Também fomos obrigados a romper alguns contratos com motoristas e guias terceirizados.

- Realizamos ação de publicidade demonstrando aos turistas a importância de não cancelarem viagens marcadas. A campanha ‘Não cancele sua viagem, remarque para outra data!’ mostra que, ao invés de pedir reembolso, o reagendamento da viagem poderia ser uma ajuda maior do que se imagina.

- Estamos revendo todos os cancelamentos e reagendamentos mensalmente, na expectativa de que logo tudo isso vai passar e nos encontraremos para sair por aí e viver tudo juntos!

Importante frisar, a venda de pacotes turísticos na Turistando Chile continua disponível. Oferecemos ainda mais descontos para novas aquisições, pois temos o pensamento de que é na crise que surgem as oportunidades e, com tanta coisa linda que o Chile tem a mostrar, não desistiremos dos sonhos de nossos clientes tão facilmente, pois sabemos que tudo isso passará em breve. Mesmo em épocas de crise, eu vou viver tudo! Você vem junto?

NEWSLETTER

Inscreva-se e receba nossas novidades, promoções!