Chile para casais:  8 dicas de passeios românticos por Santiago e arredores!

Chile para casais: 8 dicas de passeios românticos por Santiago e arredores!

  • Por Rodrigo Andrade
    .
  • .

Quando o assunto é viagem e romance é perfeitamente compreensível imaginar rotas incríveis por países como França e Itália, cujas belezas parecem ter sido esculpidas a mão por grandes artistas renascentistas. Mas fora ao que é ligeiramente “comum”, pouco se fala sobre países fora do eixo europeu de turismo. Caso do Chile e de cidades como Santiago, que são tão românticas quanto suas “primas famosas” e oferecem um mar de atrações para os casais.

 

E se no hemisfério norte há gôndolas venezianas e uma certa “torre francesa” que mexe com a imaginação dos casais, em Santiago todos as rotas parecem levar ao amor. Há, também, a imponente Cordilheira dos Andes, por vezes coberta de neve, abrilhantando o horizonte dos apaixonados e preciosas dicas da Turistando Chile, a sua agência brasileira de receptivo local.

 

Confira as dicas e viva o amor:  


Vinícolas & Enoturismo

 

Goste você ou não, o vinho é uma das bebidas mais românticas do planeta. Quase sempre está presente em jantares a dois ou em momentos mais íntimos de um casal. E o Chile, um dos maiores produtores de vinho da América Latina, oferece uma grande variedade de vinícolas que podem ser visitadas. Perder-se em meio aos vinhedos, aliás, é um grande e divertido passa-tempo. Melhor ainda se for a dois.

 

Para uma experiência mais autêntica, fuja um pouco das grandes vinícolas e concentre nas menores, que oferecem mais privacidade e são tão boas quanto as mais famosas e maiores. O Valle de Casablanca, por exemplo, é uma boa opção. São mais de 5 mil hectares de plantações nos arredores que contam com outras mini-vinícolas, como Indómita, Veramonte e Viñamar. A região, hoje, é considerada o melhor lugar do Chile para a produção de vinhos brancos, principalmente o Sauvignon Blanc e o Chardonnay. Uma vez no local, não deixe de fazer os wine tours e descobrir mais sobre o processo de fabricação dos rótulos e, claro, degustá-los.

 

Quem preferir pode aproveitar ainda para almoçar ou fazer um delicioso e romântico piquenique com o seu amor nos sofisticados restaurantes das vinícolas. Algumas até oferecem este serviço. Caso da Vinícola El Principal, que tem uma fabulosa estrutura montada em uma das partes mais altas dos parreirais. O cenário é simplesmente fantástico e é possível degustar todos os três rótulos feitos por eles, o Calicanto, o Memórias e o El Principal.

 

 Jantar romântico

 

Pode até parecer clichê, mas uma viagem romântica que se preze precisa e deve conter ao menos com um jantar especial a dois. Uma boa sugestão é o Restaurante Como Água Para Chocolate, no barrio da BellaVista, em Santiago. Muito popular entre brasileiros, o empreendimento cativa os clientes não só com pratos e receitas elegantes e refinadas, mas com uma decoração fascinante, que é inspirada em um famoso filme mexicano, o “Como Água para Chocolate”, de 1989.

 

As especialidades do cardápio (não estranhe se o encontrar em português) são, sem dúvida, os frutos do mar. Mas o menu conta também com massas, carnes, frango e opções vegetarianas. Destaque para os pratos inspirados no filme, que levam ingredientes afrodisíacos.

 

Parque Bicentenário

 

Santiago conta com tantos parques e áreas arborizadas que fica até difícil escolher o melhor, mas o Parque Bicentenário, em Vitacura é perfeito para caminhar despretensiosamente com o seu par durante uma manhã ou tarde qualquer. Inaugurado em 2007, a atração é uma das principais áreas verdes do país, com 27 hectares e mais de 4.000 árvores, dentre elas muitas espécies nativas. Ao logo do parque também é possível contemplar diversas esculturas, que dão um toque de arte em meio à natureza.

 

Passeio de teleférico pelo Cerro San Cristóbal

 

Passar o dia no Cerro San Cristóbal pode ser uma grande aventura em casal. O atrativo, que é o segundo ponto mais alto de Santiago, oferece boas trilhas para se fazer a pé ou de bike, vista privilegiada da cidade, teleférico e até um zoológico. A subida até o topo do Cerro – colinas em espanhol – também é um show a parte, já que é necessário pegar um funicular, uma espécie de bondinho, que sai do terminal na Calle Pio Nono.

 

Lá em cima, curta a sua maneira, mas não deixe de andar de teleférico para subir ou descer. Reaberto em 2016, após 6 longos anos fechados para reestruturação, a atração oferece 46 cabines para até 6 pessoas e um trajeto de 4,8 km, que conta com três estações: Oasis, Tupahue e Cumbre. Se quiser descer usando o teleférico, é bom comprar um bilhete de ida & volta e aproveitar o tempinho extra para tirar fotos ou namorar um pouquinho. 

 

Valparaíso & Viña del Mar

 

Conhecer a parte litorânea mais famosa do Chile também é uma boa sugestão de passeio para se fazer a dois. Por ali é possível explorar o centro histórico de Valparaíso, que em 2003 foi declarado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO ou até mesmo se aventurar em Reñaca, uma belíssima praia de Viña del Mar.

 

As cidades ficam bem pertinho de Santiago, cerca de 130 quilômetros e ambas oferecem atrativos bem interessantes. Em Valparaíso, não deixe de visitar o Congresso Nacional, as Forças Armada, o primeiro Corpo de Bombeiros do Chile e La Sebastiana, a casa de veraneio de Pablo Neruda.

 

Já em Viña del Mar, a Cidade Jardim, a dica é andar pelo calçadão e curtir o clima, que no verão fica lotado. Mas não se assuste. A cidade é muito bem organizada e estruturada. Vale visitar o Relógio de Flores, um dos símbolos local e tirar bastantes fotos.

 

Viva a Cordilheira em Cajón del Maipo

 

Poucos lugares no Chile apresentam tanta beleza quanto Cajón del Maipo e a sua intensa lagoa de Embalse el Yeso. Cercada por uma cadeira de montanhas, que, mesmo no verão apresentam uma boa quantidade de neve, ar puríssimo, sons da natureza e um intenso céu azul, que se reflete na água, o lugar emana paz e tranquilidade. É um bom lugar para selfies e fotos românticas, especialmente no inverno, quando a paisagem está branquinha.

 

Os casais que gostam de esportes radicais podem se aventurar no rafting, bungee jump ou se colocarem à prova no trekking e no canyoning pelas montanhas. Outra experiência interessante a se fazer no destino é visitar as Termas de Colina e vivenciar uma conexão única com a Cordilheira dos Andes.

 

Para os que não sabem, as termas são nove piscinas naturais encravadas na terra, ao ar livre e apresentam temperaturas de até 55º, independente da estação, verão ou inverno. O contraste de temperaturas é simplesmente relaxante. Os locais dizem que as águas possuem propriedades de cura, mas não há bases cientificas para tal. No entanto, chega a ser impossível afirmar o contrário após um delicioso banho.

 

O amor está nas alturas...

 

Se você e o seu par têm medo de altura é melhor nem passar perto do Mirador Sky Costanera, que é o maior mirante da América Latina. Instalado do 61º, a atração oferece uma incrível vista em 360º da capital Santiago. Num dia claro, dá pra ver perfeitamente os Andes emoldurando a cidade. Experimente pegar um fim de tarde, para observar o poente e namorar um pouquinho...

 

 

Visite o Templo Baha’í

 

Dono de uma arquitetura marcante, o Templo Baha’í é uma espécie de casa de oração que foi inaugurado em outubro de 2016. Erguido na região pré-Cordilheira dos Andes, o templo está rodeado pela natureza e oferece aos seus visitantes belos jardins. Visitá-lo pode não ser necessariamente um programa romântico, mas garante uma agradável sensação de bem estar.

 

O projeto arquitetônico, de autoria de Siamak Hariri, tem o formato de uma flor de nove pétala, que se equivalem a lados, gerando nove portas de acesso em diferentes direções do planeta para dar as boas-vindas a todos os tipos de pessoas. 

 

NEWSLETTER

Inscreva-se e receba nossas novidades, promoções!