Chile no verão: Vale a pena ir?

Chile no verão: Vale a pena ir?

  • Por Rodrigo Andrade
    .
  • .

O inverno chileno atrai turistas de todas as partes da América em busca de neve, estações de esqui e muita diversão. Mas e o verão? Vale a pena ir?

A resposta é muito subjetiva e depende muito de você. A neve é um fator determinante para você? Se a resposta for sim e esta for a sua primeira vez no país, o verão chileno pode te deixar um pouquinho desapontado. Afinal de contas não há como negar: a Cordilheira dos Andes fica muito mais charmosa quando está branquinha, repleta de neve... (há controversias!)

Mas caso a neve não seja importante para você e/ou esta seja a sua segunda ou mais visitas ao Chile, o verão pode ser uma estação beeeem interessante para se visitar.

Mas quando é o verão Chileno?

É de dezembro a março que os termômetros começam a subir no Chile e o outro lado da sua beleza começa a florescer para os turistas.

 E quais os atrativos para se fazer na estação?

Quando a neve derrete o Chile revela uma grande variedade de atrativos que variam desde praias paradisíacas a prática de esportes radicais.

Confira algumas opções e considere a sua visita ao país na estação:

- City tour a pé ou de bike c/ visita em uma cervejaria chilena

No verão Santiago fica perfeita para ser desbravada a pé ou até mesmo de bicicleta. A capital chilena, aliás, é considerada por muitos como uma das cidades mais amistosas na América do Sul para a prática do cicloturismo. Os trajetos oferecidos pelos city tours da Turistando Chile – sejam eles a pé ou de bike – também ajudam a tornar a experiência ainda melhor, que além de te apresentar a cidade e os seus principais pontos turísticos, te leva para tomar uma cervejinha no final do passeio.

- Suba ao Cerro San Crisbobal

Outra opção interessante no verão é o Cerro San Cristobal, no Parque Metropolitano. O local é o segundo ponto mais alto da cidade e oferece boas trilhas para quem gosta de caminhar e andar de bicicleta, vista privilegiada para a capital, teleférico, zoológico e até piscina, que é uma boa pedida para se refrescar do calor. O acesso ao Cerro é gratuito, mas para utilizar as piscinas é preciso pagar uma pequena taxa no local. 

- Praia em Valpo & Viña

Muito procurada pelos turistas, Valparaíso e Viña del Mar são a porta de entrada para o maior de todos os oceanos, o Pacífico. Ambas estão localizadas a apenas 130 quilômetros de Santiago e se destacam por apresentar características bem semelhantes e ao mesmo tempo distintas. Viña conta com belas praias, museus, palmeiras, jardins coloridos, casas de veraneio e cassinos. Já Valpo é mais descolada. Por lá é possível encontrar boêmia, gastronomia vibrante e colinas de singular beleza.

No verão a Turistando Chile recomenda o passeio a Valparaíso que inclui visita a cervejaria altamira.

- Parque Farellones

Nem só de neve vive Farellones. No verão, o parque que é um dos mais tradicionais centros de esqui do Chile opera normalmente. Mas como algumas mudanças no quesito atividades. Saem da programação o esqui e snow e entram treking, mountain bike, mountain cart, tubing com boia, lona e sabão e uma série de outras atividades divertidas e radicais.  

- Esportes radicais em Cajón del Maipo

Cajón del Maipo parece ter entrado de vez no radar dos turistas brasileiros. E os motivos para tal corroboram com a rápida ascensão da região, que antes era muito frequentada por santiaguinos durante os finais de semana. O lugar é um verdadeiro paraíso para os apaixonados por esportes radicais. Se tiver coragem, aventure-se no rafting, pule de bungee jump ou coloque-se à prova praticando trekking e canyoning pelas montanhas. Se puder, aproveite ainda para ir até Embalse El Yeso e tirar muitas fotos no local, que tem a Cordilheira dos Andes como pano de fundo.

- Parque Safari Rancagua

Na cidade de Rancagua, cerca de 100 quilômetros da capital, o Parque Safari surge como opção durante o verão. Ideal para famílias, o passeio sugere ares de aventura. O local é praticamente um zoológico, mas com um pequeno diferencial: o safari. Basta entrar em um jipe – equipado com grades – e rodar entre os leões, que ficam soltos, e curtir a sensação de estar nas Savanas Africanas. Também é possível fazer o Safari dos Herbívoros, a bordo de um caiaque e observar bichos, como girafas, de uma outra perspectiva. Destaque para a casa dos répteis, que conta com uma rara Píton Albina e o Safari dos Dinossauros, que passa por réplicas de diversos animais do período jurássico.

Para saber mais sobre as vinícolas locais ou conhecer os pacotes comercializados pela Turistando Chile, entre em contato com um de nossos representantes pelo WhatsApp +56 95839-4606 ou pelo e-mail hola@turistandochile.com.br

NEWSLETTER

Inscreva-se e receba nossas novidades, promoções!